A importância da Due Diligence de Integridade na proteção do seu negócio

jun. 01-2018

Por Midas

Tags: , ,

O crescimento das práticas de compliance no Brasil nos últimos anos prova que realmente não basta mais para os brasileiros apenas a afirmação verbal para corroborar a reputação da cadeia de relacionamentos de suas empresas.

Tal contexto resultou na criação da Due Diligence de Integridade, que é mais uma das ferramentas de compliance para o auxílio da boa governança de fornecedores e parceiros. A DDI é um mecanismo de avaliação que resulta em um critério chamado Grau de Risco de Integridade (GRI), este podendo ser baixo, médio ou alto.

A Midas te conta agora a importância desse critério na proteção da integridade da sua empresa.

Due Diligence: empresas íntegras se relacionando com empresas íntegras

LEIA TAMBÉM: O que levar em conta ao avaliar possíveis fornecedores

A Due Diligence de Integridade ganhou popularidade por fazer parte de uma mudança de gestão no processo seletivo de fornecedores da Petrobras como parte do Programa Petrobras de Prevenção da Corrupção, em 2014.

Antes da Lei 2.846/2013, a contratação de um fornecedor pesava excessivamente para o lado de sua política de preços, obedecendo as leis de mercado. Com a legislação recente responsabilizando e punindo não apenas a empresa envolvida em atos de corrupção contra a administração pública, como também sua contratante, muitas organizações vêm prestando mais atenção em quem está por trás de um contrato.

O processo de DDI é uma alternativa para aumentar a segurança nesse tipo de contratação de bens e serviços, além de diminuir os riscos no relacionamento com atuais e também futuros parceiros de negócios.

Isso porque, além de evitar riscos legais, mecanismos como a Due Diligence de Integridade são importantes para que a sua companhia não seja associada por tabela a um fornecedor com valores divergentes, cujas ações podem impactar negativamente no seu negócio. Veja só como ela é aplicada.

A Due Diligence na prática

A avaliação proposta pela Due Diligence ocorre através da resposta de um questionário com o objetivo de extrair informações relacionadas ao histórico de reputação da empresa e suas próprias práticas de combate à corrupção.

O resultado da classificação influencia todo o processo de contratação. Para garantir um baixo GRI, o programa de integridade da empresa deve ser robusto e evidente. Quanto melhor documentadas suas diretrizes e políticas de compliance, melhor será a avaliação.

Por que a DDI é tão importante

É evidente que as empresas podem ser responsabilizadas não só pelas ações de seus colaboradores, mas por todos os aspectos envolvidos em sua cadeia produtiva. Dessa forma, a importância da DDI está em seu papel como ferramenta de avaliação de riscos à integridade da sua empresa, tendo como base um balanço do perfil comercial e ideológico dos fornecedores e parceiros. Ela permite que você os conheça melhor e decida com quem quer se associar ou continuar se associando com muito mais propriedade.

É essencial ressaltar também que a Due Diligence de Integridade é um processo que deve ser realizado ao longo do período de parceria, não apenas no início de um contrato.

Se você está precisando de ajuda para gerir a cadeia de relacionamentos da sua empresa de maneira ética, mais transparente e com integridade, conheça a nossa Certificação de Fornecedores. É um amplo serviço Midas Solutions que verifica se seus fornecedores estão em dia com os órgãos reguladores, passando por uma avaliação documental, checagem anticorrupção – um dossiê completo de acordo com as normas exigidas por sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *