como-otimizar-o-tempo-de-SLA-de-cadastros

Dica imperdível para otimizar o tempo de SLA de cadastros

fev. 07-2019

Por Midas

Tags: , , ,

De tanto ser utilizado no mundo corporativo, ele já é considerado por muitos um jargão do mundo moderno. O termo SLA – do inglês Service Level Agreement – ou ANS (Acordo de Nível de Serviço) é muito popular no universo de TI e em departamentos jurídicos.

Se você ainda não conhece, aqui vai uma rápida explicação sobre ele e na sequência você confere o que fazer para otimizar o tempo de SLA nos cadastros da sua empresa.

Um Acordo de Nível de Serviço (ANS ou SLA, do inglês Service Level Agreement) é um acordo firmado entre a área de Tecnologia da Informação e seu cliente interno, que descreve o serviço de TI, suas metas de nível de serviço, além dos papéis e responsabilidades das partes envolvidas no acordo.

Por que ele é tão importante

Em suma, o SLA é um contrato entre o cliente e o prestador ou fornecedor do serviço, que descreve o serviço em detalhes, indica como é avaliada sua qualidade e os valores envolvidos.

É um documento muito importante porque estabelece as diretrizes e expectativas na contratação de um serviço. Por exemplo: é por meio dele que um empreendedor que contrata uma empresa para dar suporte à padronização do cadastro de materiais consegue ter uma noção clara do que será oferecido e exatamente pelo que ele está pagando.

VOCÊ VAI GOSTAR DE LER: Checklist: como implementar a governança de materiais para reduzir custos

Como otimizar o tempo a partir do SLA

Ficou curioso pra saber de que forma esse documento tem relação com a redução e otimização do tempo no contexto dos cadastros?

A resposta está na padronização!

Um cadastro de materiais significa, na maioria das vezes, milhares de produtos multiplicados por vários campos de preenchimento. Isso cria variáveis enormes que podem ser interpretadas de diversas maneiras por cada um dos profissionais envolvidos com o processo de cadastro dos itens.

Como cada cliente tem necessidades e demandas distintas, é muito comum que durante o processo de padronização, a empresa apresente novas solicitações de itens. Mas, se o fornecedor já trabalhar com o SLA de forma séria e comprometida, ele já apresentará um controle de regras pelo qual essa solicitação passará.

O resultado disso é que a empresa contratante conseguirá acompanhar tudo de forma integral e em tempo real.

Nesses casos, a otimização de tempo acontecerá naturalmente, pois colaboradores não precisarão parar de receber novos itens enquanto estão adotando um novo sistema, nem desprender horas para a manutenção de alterações nos registros como nos casos de reclassificação fiscal para um determinado NCM.

Aqui tem outras informações bem legais sobre esse assunto. Comente o que você achou do post e se ficou alguma dúvida, nós responderemos pra você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *