5-cargos-de-ti-que-seguem-em-alta-em-2018

5 cargos de TI que seguem em alta em 2018

jun. 07-2018

Por Midas

Tags: , ,

Se os anos de crise no Brasil já terminaram a gente não sabe. Mas que o mercado de Tecnologia da Informação (TI) está em alta, disso não há quem duvide. Segundo o estudo anual IDC Predictions, o segmento deve crescer 5,8% ainda em 2018.

O motivo é que com um cenário econômico mais tranquilo e previsível, as empresas sentem-se mais seguras em acelerar os investimentos rumo à transformação digital.

Além dos números que tornam mais otimista o futuro dos negócios, há outro lado bom nessa perspectiva: o aumento da demanda por profissionais cada vez mais analíticos, com foco na experiência do usuário, em vez de apenas portadores de conhecimento técnico.

Quer saber quais são os cargos que seguem alta nesse mercado? Então siga em frente na leitura que a Midas te conta tudo!

BI, Big Data, Segurança da Informação: o que está no topo da pirâmide?

  1. Cientista de dados

Ele tem como função solucionar problemas das empresas sob a ótica da análise de dados e precisa somar uma visão apurada de negócios à percepção estatística.

Empresas buscam por cientistas de dados porque querem se posicionar de forma mais estratégica e assertiva nos mercados. O mercado para esse profissional exige conhecimento em matemática, estatística, processamento de linguagem, hardware e software.

LEIA TAMBÉM: 4 passos para migrar dados da melhor forma

  1. Segurança da informação

Quem trabalha nessa área é responsável pela manutenção e saúde de dados internos e sigilosos, de forma a mantê-los bem longe de ameaças digitais, prevenindo as empresas de fraudes e vazamento de informações.

Sua principal meta é criar um ambiente seguro para a transmissão de dados. É uma carreira que se destaca no mundo todo, devido ao aumento no número e na sofisticação dos ataques hackers.

  1. Arquiteto de soluções

Esse profissional de TI é quem “desenha” toda a estrutura de grupos de informações, organização e rotulação de sites, intranets e comunidades. O objetivo de um arquiteto de soluções é facilitar a experiência do usuário e a obtenção de informações.

Como essa experiência é um grande diferencial para as empresas, mantê-lo na equipe pode ser uma “sacada de mestre” na sua companhia.

  1. Analista de Business Intelligence (BI)

É o colaborador que vai coletar dados e informações com a finalidade de identificar problemas e oportunidades para a empresa.

Esse profissional é responsável pela modelagem dos dados que serão extraídos, tratados e transformados para que se chegue à tomada de decisões mais eficiente nos negócios.

  1. Gerente de Expansão de TI

Esse também não pode faltar em nenhuma organização a caminho da transformação digital, porque é quem direciona a abordagem da empresa no que se refere à utilização de dados, infraestrutura e tecnologia.

É ele quem projeta e executa iniciativas de crescimento com base em tecnologia e desenvolvimento para o que chamamos de Era da Indústria 4.0.

Como você percebe, a tecnologia, que antes era apenas coadjuvante nas empresas, passou a ser área estratégica e de alto impacto para os negócios.

E a Midas aproveita esse desafio para criar as melhores soluções. O que acha de conhecê-las clicando aqui?

Até a próxima!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *